permissão internacional para dirigir

Permissão Internacional para Dirigir: o que é e quando é necessária?

Permissão Internacional para Dirigir: o que é e quando é necessária?
5 (100%) 1 vote[s]

Está pensando em viajar para o exterior e quer dirigir durante o passeio? Pois saiba que, apesar de vários países aceitarem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ter a Permissão Internacional para Dirigir (PID) também é essencial na hora de embarcar!

E não é difícil obtê-la; seguindo alguns passos simples, você pode solicitá-la para viajar de carro no exterior de forma mais tranquila e segura.

Mas afinal, o que é essa Permissão Internacional para Dirigir (PID), e o que é preciso para emiti-la? Continue lendo e confira:

Como funciona a Permissão Internacional para Dirigir (PID)?

Basicamente, a Permissão Internacional para Dirigir (PID) foi criada para servir como uma habilitação quase universal, de forma a evitar problemas envolvendo idiomas, leis de trânsito e documentação do condutor.

Escrita em oito idiomas sendo eles o alemão, o árabe, o chinês, o espanhol, o francês, o inglês, o português e o russo —, ela serve como prova de que você está apto para dirigir em outros países.

A PID tem a mesma validade da CNH, a Carteira Nacional de Habilitação, entretanto, não substitui sua habilitação nacional.

Assim, ao dirigir um carro em outros países, é preciso sempre tê-la em mãos acompanhada da CNH e do passaporte. E ela também não substitui, de forma alguma, a CNH em território nacional.

Inclusive, vale ressaltar que os dados da PID devem estar coerentes com os da CNH: categoria de habilitação, especificações médicas, foto, validade e estado em que foi emitida.

Em alguns lugares, a Carteira Nacional de Habilitação pode ser apresentada sem mais problemas. Entretanto, após 180 dias no exterior, a Permissão Internacional para Dirigir passa a ser obrigatória — a menos que o condutor tenha uma habilitação emitida no país em questão.

Caso o país não aceite a PID, o condutor precisará realizar todos os procedimentos exigidos pela lei do local de destino para poder dirigir.

Por que tirar a PID?

Em países como os Estados Unidos, em que cada estado tem sua autonomia, é indispensável ter a PID em mãos. Isso porque, mesmo que exista um prazo máximo para que CNH seja apresentada quando solicitada, ter emitido a PID evita possíveis problemas com oficiais de trânsito.

E como a Permissão Internacional para Dirigir (PID) é escrita em oito idiomas diferentes, a língua não será um problema. O oficial de trânsito terá mais facilidade em identificar e entender os dados do condutor, como o número do documento, por exemplo.

guarda de trânsito

Como tirar a PID?

Não há restrição de idade para emitir a Permissão Internacional para Dirigir (PID), entretanto, muitas locadoras de carros têm suas exigências na hora de alugar um veículo. Nesse caso, tempo mínimo de dois anos de habilitação e idade mínima de 21 anos são requisitos comuns.

De toda forma, para emiti-la é preciso ter a CNH válida e em situação regular ou seja, a habilitação deve estar dentro do prazo de validade, e não pode estar sendo cassada. Além disso, é necessário que ela tenha sito emitida pelo Detran.

Nos estados em que é possível fazer o procedimento online, começa-se fazendo um rápido cadastro no site e preenchendo um pequeno formulário cadastrando seus dados.

Após preencher e enviar o formulário eletrônico, é necessário pagar a taxa em algum banco credenciado.

Então, feito o procedimento online e a comprovação do pagamento, a PID é entregue pelos Correios ou pode ser retirada nos locais indicados, caso seja a escolha do solicitante.

A opção escolhida deve ser marcada no momento do preenchimento do formulário.

Outros estados realizam parte desse processo presencialmente. No Rio de Janeiro, por exemplo, é preciso acessar o site do Detran-RJ e emitir o Documento Único do Detran de Arrecadação (DUDA) para pagar a taxa.

Após o pagamento e a comprovação do boleto, é preciso voltar à página do site para começar o processo de agendamento.

Aluguel de Carros online

Nesses casos, a entrega é feita em um dos postos do Detran, e informações como documentação necessária para a retirada e cadastro de dados são informados na página online.

Em alguns desses estados onde o pedido de emissão é feito pessoalmente, é preciso ter em mãos a CNH original e uma cópia, a cópia de um documento de identidade e cópia de um comprovante de residência.

Além disso, o valor da taxa para emitir a PID varia de acordo com o Detran de cada estado brasileiro.

No Rio de Janeiro, o valor da taxa é de R$ 135,32, enquanto, em Minas Gerais, é de R$ 159,32, e em São Paulo, de R$259,05. Para consultar esses valores, é necessário apenas entrar no site do Detran do seu estado.

Por fim, vale ressaltar que o prazo de emissão da Permissão Internacional para Dirigir (PID) varia de um a cinco dias úteis, após o pedido.

Em que países a PID é válida?

São 130 países que fazem parte da Convenção Internacional de Tráfego Rodoviário de Viena e do Princípio de Reciprocidade, e que adotam a Permissão Internacional para Dirigir como requisito para condutores estrangeiros dirigirem livremente por seu território.

De acordo com o site do Detran de Rondônia, estes são os países que fazem parte da Convenção Internacional de Tráfego Rodoviário de Viena e do Princípio de Reciprocidade:

  • África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bahamas, Barein, Belarus (Bielo-Rússia), Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegovina, Bulgária, Cabo-Verde, Canadá, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuwait, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Porto Rico, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro-Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, Saara Ocidental, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Timor, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela, Zimbábue.

Além de ser um procedimento fácil, tirar a Permissão Internacional para Dirigir ainda aumenta o seu leque de possibilidades em uma viagem, tornando-a ainda mais especial e segura.

Agora, se você quiser continuar por dentro de assuntos como esse, aproveite para assinar a nossa newsletter e receba nossos melhores conteúdos em primeira mão!


Posts Relacionados

Economize tempo e dinheiro alugando um carro em suas viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *