8 dicas para dirigir com segurança em estrada de terra!

Avalie

8 dicas para dirigir com segurança em estrada de terra

Dirigir em estrada de terra requer cuidados extras, principalmente porque existe bastante diferença entre a aderência no asfalto e na terra. Há maior possibilidade de derrapar e perder o controle do carro, pois sua tração fica comprometida.

A baixa aderência pede por mais atenção tanto para a sua segurança quanto para a preservação do veículo. Além disso, cada solo terá características diferentes: os que têm mais cascalhos e são arenosos ajudam na aderência, enquanto há outros que ficam mais lisos e escorregadios quando chove.

Se a terra for mais fofa, pode-se encontrar lamaçais ou atoleiros. Há, também, os facões — que se formam pelo atrito das rodas na terra e deixam a parte entre elas mais alta.

Pensando em todos esses obstáculos, separamos 8 dicas para que você possa dirigir mais tranquilo e seguir sua viagem com segurança. É só continuar a leitura deste artigo para conferi-las! Vamos lá?

  1. Encontre um equilíbrio para a velocidade

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a velocidade máxima permitida em estradas rurais é de 60 km por hora. O ideal é manter um valor constante e uma aceleração média, para evitar a perda de potência.

Dependendo do tamanho dos sulcos — deixados pelos carros mais pesados — que aparecem pelo caminho, você pode atolar ou até derrapar e perder o controle da direção, causando um acidente, se estiver correndo.

Ao mesmo tempo, se dirigir devagar demais, não conseguirá manter o embalo e também poderá atolar. Portanto, busque um equilíbrio ao usar a marcha, mantenha um ritmo constante e passe com mais leveza sobre o solo.

  1. Escolha o pneu mais adequado

Existem vários tipos de pneus, mas o mais adequado para a estrada de terra é o misto, pois se adapta também ao asfalto. Trata-se do tipo ideal para quem mora na cidade e costuma fazer viagens curtas a sítios ou fazendas com frequência, permitindo aproveitar o melhor desses dois mundos com segurança.

Uma grande vantagem é que você pode encontrá-lo facilmente e seu custo é bem próximo ao do pneu comum. Além disso, é possível ter um maior controle do carro e, consequentemente, conquistar uma maior dirigibilidade. Não se esqueça de fazer uma manutenção dos pneus e trocá-los sempre que for necessário.

  1. Mantenha a roda em partes mais uniformes da estrada

Se encontrar sulcos pelo trajeto percorrido, tente evitá-los (para não causar danos mais sérios a seu veículo). Por isso, mantenha as rodas nas partes que tenham menos buracos pelo caminho.

Caso se depare com uma nuvem de poeira, diminua a velocidade e procure por apoios auditivos e visuais. A visão periférica deve ser utilizada para enxergar as irregularidades do solo, ao passo que a central serve para visualizar os veículos que virão no sentido contrário.

  1. Redobre a atenção às curvas ao dirigir em estrada de terra

Ao se deparar com uma curva, principalmente se for inesperada, é normal que você pise no freio. Porém, é necessário ter muita cautela quando frear, já que isso pode fazer com que perca o controle do carro.

O indicado é reduzir a velocidade e evitar solavancos enquanto passa pelo trecho. E o mesmo procedimento vale para as descidas: caso esteja em um carro de passeio, que não costuma ter tração nas quatro rodas, será preciso ter ainda mais atenção.

Isso porque o veículo pode ser forçado além de sua potência. Caso perceba uma perda de embalo, é de bom tom parar para verificar a temperatura e ver se há algum barulho estranho na suspensão ou no motor antes de seguir a viagem tranquilamente.

  1. Diminua a velocidade em caso de chuva

Ainda que o pneu misto ajude na aderência, é necessário dirigir mais devagar caso chova. Como já foi mencionado, a terra faz com o que o carro deslize mais, principalmente se estiver molhada.

Portanto, diminua a velocidade e utilize as marchas mais reduzidas. Caso se depare com subidas ou descidas acentuadas, acelere apenas o suficiente para se movimentar e prefira a primeira ou a segunda marcha. Se houver neblina, use o farol de neblina ou o baixo.

  1. Saiba o que fazer em caso de atoleiro

A lama deixa tudo mais escorregadio e, por isso, é bem comum que seu carro patine. Portanto, se seu veículo tem tração nas quatro rodas, agora é a hora de ativá-la — isso ajudará você a seguir o caminho mais tranquilamente e até a evitar que atole.

Outra boa dica é não dirigir pelas margens da estrada. Isso porque você pode escorregar e cair em um barranco ou ficar preso em uma vala.

Se seu carro patinar, evite acelerar muito, pois ele pode afundar ainda mais na lama e acabar atolado. Caso isso aconteça, desça e avalie a situação: veja a profundidade do atoleiro e qual é o melhor caminho para sair dali.

A seguir, tire todos os passageiros do veículo para deixá-lo mais leve e remova a lama da frente das rodas; utilize troncos, galhos e pedras para calçar os pneus; engate a segunda marcha e acelere o mínimo possível, apenas para se movimentar. No pior dos cenários, se nada disso der certo, chame um reboque.

  1. Preste atenção nas pedras do caminho

Ao mesmo tempo em que pedras podem ajudar na aderência, é necessário ter cuidado nesses trechos e passar mais devagar, desviando das que forem maiores. Isso porque elas podem danificar a lataria de seu veículo, além de cortar os pneus. Procure fechar os vidros para evitar que pedregulhos entrem no carro.

  1. Verifique a suspensão e o amortecedor

Esses componentes são essenciais para que você possa dirigir com segurança por estradas de terra. Eles são responsáveis por manter a estabilidade do veículo, pela preservação do alinhamento correto e pela redução do impacto durante o trajeto.

Ao contrário de outras peças, a suspensão e os amortecedores não têm uma quilometragem estabelecida para troca, portanto é essencial estar atento aos sinais. Procure reparar se você sente mais o impacto enquanto dirige e leve seu carro a um mecânico de confiança, caso seja necessário.

A troca dos amortecedores deve ocorrer em conjunto — pode ser necessário realinhar as rodas, além de substituir as molas e as bandejas. Lembre-se de fazer a manutenção periódica de seu veículo para garantir a segurança de todos.

É preciso, ainda, programar-se para qualquer tipo de viagem, pois isso evita dores de cabeças desnecessárias e ajuda a lidar melhor com os problemas que surgirem ao longo do caminho. Tenha em mente que as estradas rurais costumam ser passagem de muitos animais, principalmente os silvestres. Então, redobre a atenção para não os atropelar.

Agora que você já viu dicas para dirigir em estrada de terra, compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais para que eles também possam fazer uma viagem com mais segurança!

Posts Relacionados

Economize tempo e dinheiro alugando um carro em suas viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *