Tudo que você quer saber sobre aluguel de carros em um lugar só

Tudo que você quer saber sobre aluguel de carros em um lugar só
5 (100%) 1 vote[s]

O aluguel de carros é uma alternativa interessante para quem quer se livrar dos impostos e dos gastos com manutenção de um veículo. Além disso, é uma opção com ótimo custo-benefício para viagens, seja para pegar a estrada ou para fazer passeios no destino. Mas muita gente ainda tem dúvidas sobre como funciona todo o processo e o que pode ou não fazer com um automóvel alugado.

Porém, não é preciso ter receio. Os procedimentos estão cada vez mais facilitados e as obrigações do locatário não são mais complicadas do que as de um proprietário de veículo. Basta ter as informações corretas para aproveitar todos os benefícios do aluguel.

Portanto, se você está planejando sua viagem ou procurando uma alternativa para seus deslocamentos no dia a dia, confira este nosso post completo e tire todas as suas dúvidas sobre a locação de um carro!

Quais as vantagens de alugar um carro para uma viagem?

Viajar é um dos maiores prazeres da vida para muita gente. É sempre uma oportunidade de conhecer lugares e culturas novas, aproveitar atrações turísticas e passar um tempo de qualidade com a família ou os amigos.

Mas estar em uma cidade distante e desconhecida pode trazer algumas dificuldades com a locomoção. Nesse sentido, o aluguel de um automóvel pode ajudar muito, tanto na comodidade como no planejamento financeiro.

Ainda não se convenceu? Então, confira abaixo uma lista dos principais benefícios de alugar um carro em uma viagem.

Maior liberdade de locomoção

A locação de um veículo dá mais autonomia para quem está conhecendo uma cidade e quer aproveitar todas as suas atrações. Tendo um carro disponível, não é preciso depender da frequência dos transportes públicos ou da disponibilidade dos táxis.

Da mesma forma, torna-se desnecessário contratar serviços de traslado ou seguir roteiros predefinidos de guias turísticos. Assim, você e sua família terão maior liberdade, podendo fazer seus próprios horários e itinerários, descobrindo o lugar conforme seu gosto.

Redução de custos com transporte

Em muitos lugares, o transporte público não é barato, especialmente se o grupo for grande e quiser visitar vários destinos. Além disso, dependendo do passeio, nem sempre dá para chegar a todas as atrações levando toda a família mais sua bagagem. Assim, muita gente acaba recorrendo a serviços de táxi ou de vans de excursão.

Mas usar essas modalidades pode sair bem caro no final da viagem, também. Por isso, alugar um carro é uma boa alternativa, pois é possível escolher a forma de cobrança mais vantajosa para os passeios que serão feitos e transportar a todos de uma só vez por um preço único (que pode ainda ser dividido por pessoa, no caso de um grupo de amigos).

Ter sempre o veículo certo para seu destino

Cada viagem é diferente, com passeios e atrações que exigem um tipo de transporte específico. Há as grandes cidades com trânsito e ruas asfaltadas, o turismo ecológico, com trilhas e estradas de terra, e regiões litorâneas com praias distantes, por exemplo.

Portanto, é difícil que um só carro seja ideal para todos os destinos. Assim, o aluguel permite que você tenha sempre o tipo de veículo certo para o local, as condições das vias e os passeios que irá fazer.

Melhor planejamento dos gastos

Ao alugar um carro, os custos estão todos previstos em contrato. Dessa forma, é mais difícil haver surpresas ou imprevistos, o que torna o planejamento das despesas na viagem mais seguro.

Seja ao escolher uma cobrança por diária ou por quilometragem, será fácil estipular o gasto com transporte para pesquisar formas de economizar e repartir os custos com o grupo, se for o caso.

Assistência na estrada

Viajar de carro pode ser assustador para algumas pessoas. Para esses casos, o aluguel de um veículo pode ajudar a perder o medo de dirigir na estrada, pois a locadora oferece todo um pacote de serviços de assistência em emergências, proteção para ocupantes e terceiros, e outras indenizações que podem ser contratadas por um acréscimo relativamente pequeno nas diárias. Portanto, a locação de um carro pode ser bastante vantajosa para quem vai viajar.

Mas algumas dúvidas sobre a documentação necessária e outras exigências feitas pelas locadoras podem causar certo receio. Se esse é seu caso, siga para o próximo tópico, pois mostraremos como essa preocupação é desnecessária.

Quais documentos são necessários para alugar um carro?

Um carro é um patrimônio de valor alto e, mais do que isso, uma máquina que, se não for bem conduzida, pode ocasionar acidentes. Por isso, as locadoras fazem algumas exigências para o aluguel de um veículo.

Essas condições envolvem tanto a apresentação de documentos como o cumprimento de certos requisitos. Confira abaixo quais são.

Documentos necessários

Os documentos solicitados servem para comprovar a identidade do locatário. Assim, caso algum problema aconteça, ele poderá ser localizado pela locadora. Também são usados para elaborar o contrato e identificar o condutor do veículo em uma eventual infração. Geralmente, são pedidos:

  • documento de identidade (RG);
  • documento de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • cartão de crédito.

É importante frisar que, se mais de uma pessoa for dirigir o carro, é preciso identificar todos os condutores adicionais, que deverão apresentar, também, seus documentos.

Outros requisitos

Além dos documentos, alguns requisitos são comumente exigidos das pessoas que alugarão e conduzirão o automóvel. Os mais solicitados são:

  • mínimo de dois anos de habilitação para dirigir;
  • valor da caução disponível no limite do cartão de crédito;
  • nome limpo nos órgãos de restrição ao crédito;
  • idade mínima de 21 anos.

No entanto, algumas locadoras flexibilizam esses requisitos, permitindo que pessoas com menos tempo de habilitação ou com menos de 21 anos possam alugar seus carros. Nesses casos, geralmente, basta a contratação de um seguro especial.

Aliás, uma boa dica para alugar um veículo com mais tranquilidade é escolher o seguro mais adequado para o seu caso. No tópico seguinte, falaremos mais sobre as opções de planos mais comuns de proteção. Confira!

O que preciso saber sobre o seguro de carro de aluguel?

Na locação de um carro, o locatário se torna responsável pela integridade do veículo, sendo obrigado a arcar com eventuais danos, seja da natureza que for. Por esse motivo, as locadoras cotam, junto ao valor da diária, o preço da proteção veicular básica.

Apesar de a contratação não ser obrigatória, é recomendável que você se previna com um seguro para o carro alugado, pois o custo compensa pela tranquilidade que ele traz.

Mas a proteção básica é somente uma das modalidades a serem escolhidas. Outros planos mais completos e coberturas adicionais podem ser contratados para dar mais segurança para sua viagem. Confira abaixo a relação das opções mais comuns oferecidas no mercado.

Plano de cobertura básica

Os planos básicos oferecidos variam para cada locadora, mas geralmente cobrem apenas os danos causados ao veículo na lataria, motor e partes mecânicas. A proteção é para eventos como roubos, furtos, batidas de trânsito, vandalismo e, em alguns casos, incêndio.

Assim, caso algum imprevisto aconteça em sua viagem, bastará arcar com o valor da franquia, a chamada coparticipação obrigatória, como em um seguro veicular normal.

Proteção a terceiros

O seguro de terceiros cobre os danos causados pelo locatário a outros veículos, pedestres e bens imóveis em um acidente ou atropelamento. Essa proteção tem um limite de valor, definido no momento da contratação.

Pode ser usado para pagar consertos patrimoniais (como carros, postes, muros de casas) ou indenizações, inclusive por morte e invalidez permanente, aos envolvidos no suposto acidente.

Seguro para os ocupantes

Além da cobertura para terceiros, é possível contratar, também, o seguro para os ocupantes do próprio automóvel alugado. Ao contratar este seguro, ficam protegidos o motorista e os passageiros, limitados ao número de assentos do veículo alugado, garantindo a eles indenizações para o caso de invalidez permanente ou morte em decorrência de acidentes de trânsito.

Proteções adicionais

Além das proteções já citadas, é comum a locadora oferecer seguros adicionais, que cobrem outras partes do veículo ou dão direito a serviços para o carro alugado e seus ocupantes. Os exemplos mais frequentes são:

  • proteção para vidros, pneus e retrovisores, que cobre danos de qualquer natureza a esses itens;
  • proteção pessoal, assegurando o pagamento de traslados e custos hospitalares ao motorista e passageiros;
  • auxílio de emergência, que oferece socorro mecânico e serviço de guincho.

Dicas para escolher o melhor seguro

A melhor opção, quando falamos de seguros veiculares, é nunca tentar economizar, pois o barato pode sair muito caro no caso de um imprevisto. O ideal é avaliar os riscos de acordo com o uso que será feito do carro alugado e com o destino de sua viagem.

Para o aluguel de carros em São Paulo, por exemplo, uma grande cidade com boa oferta de serviços e trânsito caótico, é importante contar com um seguro contra roubos, furtos e colisões, além da proteção a terceiros. Já o auxílio de emergência não é tão necessário, apesar de também ajudar.

Portanto, avalie bem suas necessidades como motorista e as de sua família, além dos riscos que o local oferece para poder contratar o seguro mais adequado.

Porém, antes de tudo, é preciso saber como escolher a locadora de veículos certa para não ter problemas durante a viagem e poder aproveitar todas as vantagens de um carro alugado. Quer saber como? Continue sua leitura para o próximo tópico!

Como escolher uma locadora de veículos?

A escolha da locadora é muito importante para que não haja problemas com cobranças indevidas e para que você tenha toda a assistência necessária durante o contrato de locação. Além disso, os preços e pacotes de serviços oferecidos variam bastante entre as empresas, assim como os grupos de veículos, também chamados de categorias.

Portanto, é uma decisão essencial para que você possa aproveitar os benefícios do aluguel de um carro com tranquilidade e conforto. Por isso, separamos abaixo algumas dicas do que fazer para escolher a locadora certa para suas necessidades. Não deixe de ler!

Utilize um buscador de aluguel de carros

Hoje em dia, não é mais preciso passar horas olhando a lista telefônica ou procurando empresa por empresa na internet. Basta utilizar um buscador de preços de aluguel de carros.

Essa ferramenta é extremamente útil, economizando tempo, facilitando o planejamento da viagem e permitindo que a reserva seja feita antecipadamente. Mas o mais interessante é a possibilidade de encontrar dezenas de locadoras e comparar suas condições de aluguel para o local desejado. Além disso, são mostradas as opções de veículos e acessórios disponíveis para a reserva.

Confira as categorias de carros oferecidas

Confira se a locadora escolhida possui em seu rol de grupos, aquele que pode oferecer o carro ideal para viajar. Como já vimos, cada destino exige características diferentes do veículo. Portanto, decida antecipadamente qual o tipo necessário e, depois, veja qual empresa disponibiliza categorias compatíveis com suas necessidades.

Pense nos acessórios

É importante comparar os acessórios de locação oferecidos pelas empresas e pensar quais serão suas necessidades durante o uso do veículo.

As locadoras têm cada vez mais opções de acessórios, mas as mais comuns no mercado são:

  • aparelho navegador por GPS;
  • cadeirinha de bebê;
  • assentos de elevação;
  • Wi-fi no veículo;
  • rádio via satélite.

Avalie os serviços adicionais

O ideal é aproveitar para também conferir os serviços adicionais de locadoras disponíveis. Afinal, é o melhor momento para tirar todas as suas dúvidas e ter tempo de escolher com calma o que será colocado no contrato. Serviços como motorista adicional, socorro emergencial, conectividade do automóvel e acessórios oferecidos fazem a diferença no conforto e na segurança da viagem.

Seguindo esses passos fica mais fácil encontrar a empresa de locação que disponibilize tudo o que você e sua família precisam para uma viagem sem imprevistos. Mas caso haja um acidente, é importante saber como agir para não ter problemas com a locadora também. Falaremos melhor sobre esse assunto no tópico seguinte.

O que fazer em caso de acidentes?

Envolver-se em um acidente de trânsito é algo relativamente comum. Por conta do tráfego carregado das grandes cidades e das condições problemáticas de algumas estradas brasileiras, pequenas colisões são corriqueiras e podem acontecer com qualquer um, mesmo com os motoristas mais atentos.

O que fazer, então, em caso de um acidente com o carro alugado? Essa dúvida pode até preocupar muita gente, mas a resposta não é muito diferente daquela para quem dirige um veículo próprio. Confira abaixo as principais recomendações para seguir no caso de uma eventualidade.

Contrate um seguro com boa cobertura

Antes de tudo, é importante prevenir-se e só alugar um carro contando com a cobertura de um seguro veicular. Afinal, se o carro não estiver protegido, o locatário é quem deve arcar com todas as despesas.

Portanto, ter uma proteção para o automóvel alugado, para terceiros e para seus passageiros é uma forma de minimizar os efeitos de um acidente e ter uma assistência para esse momento de estresse.

Se houver vítimas, chame o resgate

A pior situação no trânsito é envolver-se em um acidente com vítimas. Felizmente, é menos frequente do que as colisões de consequências leves, com danos somente materiais. No entanto, caso aconteça, a primeira coisa a fazer é parar o carro, sinalizar o local e chamar o resgate.

No Brasil, o Corpo de Bombeiros é quem geralmente presta os primeiros socorros em acidentes urbanos. Já nas estradas, utilize os telefones de emergência da concessionária ou do órgão responsável pela gestão.

Contate a locadora

Após controlar a situação, é importante contatar a locadora e informar o ocorrido. A equipe da empresa está preparada para auxiliar seus locatários nos procedimentos a serem tomados e informar a documentação necessária e os meios para acionar o seguro.

Registre um Boletim de Ocorrência

Por fim, registre um Boletim de Ocorrência (B.O.) na delegacia de polícia mais próxima, qualquer que seja a gravidade do acidente. Informe a maior quantidade de dados possível, como local, data e hora do sinistro, placas e descrição dos veículos envolvidos, e nomes de vítimas e testemunhas.

Um acidente de trânsito é sempre uma situação chata e pode ser perigosa, também. Por isso, mesmo que as recomendações sejam simples, o melhor é dirigir o veículo alugado defensivamente. Além disso, é interessante tomar outros cuidados ao alugar um carro.

Quais cuidados tomar ao alugar um carro?

Em uma viagem, seja sozinho ou com a família, ninguém quer ter dores de cabeça por causa de acidentes, gastos inesperados ou problemas com o carro ou a locadora, por exemplo. Assim, o ideal é reduzir ao máximo as possibilidades de que isso aconteça tomando alguns cuidados básicos ao alugar um veículo.

Veja abaixo algumas dicas de precauções para serem tomadas.

Evite multas de trânsito

Da mesma forma que acontece com os danos, as multas tomadas durante o período da locação são de responsabilidade do locatário. Assim, a empresa não só vai cobrar o valor no seu cartão de crédito como pode, também, descontar o custo da postagem e da mão de obra para identificar o condutor. Portanto, dirija defensivamente, sempre respeitando as leis de trânsito para evitar as infrações, bem como os acidentes.

Deixe apenas os condutores indicados dirigirem

É importante que somente o locatário e os condutores adicionais indicados à locadora dirijam o carro alugado. Afinal, eles são os únicos que estão cobertos pelo seguro automotivo. Qualquer outra pessoa conduzindo o veículo, fará com que a proteção seja anulada e inviabilizará o pagamento das indenizações e consertos.

Mantenha os documentos com você

Tenha sempre à mão a Carteira de Habilitação e o documento do carro, o Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV) para o caso de uma fiscalização. Além disso, mantenha o contrato e a cópia da apólice de seguros junto, para poder consultá-los se precisar usar.

Em caso de imprevistos, contate a locadora

Ao se deparar com algum imprevisto, seja um acidente, o furto do carro ou um problema mecânico, contate a locadora. Se seu seguro cobrir a assistência, você será informado do procedimento correto para acioná-lo. Em um eventual problema de origem anterior ao contrato, a locadora é quem deve se responsabilizar.

Agora que você já tem todas as informações necessárias para alugar o veículo mais adequado para suas necessidades e para aproveitar todos os seus benefícios, basta pensar na devolução, pois é preciso tomar alguns cuidados nesse momento. Confira nossas dicas a seguir.

Como devo devolver o carro?

Via de regra, o carro alugado deve ser devolvido nas mesmas condições em que foi retirado. Assim, não pode ter nenhum dano e tudo o que foi junto ao veículo deve voltar com ele.

Afinal, a empresa realizará uma vistoria, com o acompanhamento do locatário, para averiguar se não há avarias ou ausências que serão cobradas. Além disso, é importante saber quais possibilidades a empresa oferece para facilitar a entrega pelo cliente.

Portanto, tenha atenção aos seguintes itens para devolver carro alugado sem gerar problemas e cobranças extras.

Abasteça o carro

Na locação, o carro é entregue ao locatário com o tanque cheio para poder ser usado logo quando sair da loja. Porém, ao devolver, ele precisa ser reabastecido. Caso seja entregue faltando combustível, a empresa cobrará do cliente, com o preço do litro mais caro do que nos postos, além de uma taxa de abastecimento.

Deixe o veículo limpo

É preciso, também, entregar o veículo em condições de uso pelo próximo locatário. É difícil haver uma cobrança por conta de limpeza ou mau cheiro, mas em casos extremos, de comida no interior, cheiro forte de cigarro ou da lataria coberta de barro, por exemplo, a locadora pode descontar o custo de higienização e lavagem.

Confira a possibilidade de devolver em outra cidade

Algumas empresas com filiais permitem a devolução em cidades diferentes. Assim, você pode buscar por aluguel de carros em Guarulhos se for chegar no aeroporto dessa cidade, e devolver o veículo em Campinas, para pegar um voo neste outro aeroporto.

Apesar de ser comum a cobrança de uma taxa nesses casos, essa flexibilidade dá uma maior liberdade para o locatário.

Verifique todos os acessórios

Confira se todos os acessórios estão no interior do automóvel e funcionando perfeitamente. Eles são itens alugados de forma avulsa e serão cobrados do cliente na hipótese de uma avaria ou perda.

Cumpra o horário de devolução

Normalmente, as diárias contemplam 24 horas corridas desde a locação, vencendo no mesmo horário do dia seguinte. Mas, também, é bem frequente as empresas darem uma hora de tolerância para a devolução antes de cobrar tempo adicional. De qualquer forma, o melhor é ter atenção e entregar o carro no horário correto para não haver cobranças inesperadas.

O aluguel de carros tem sido visto cada vez mais como uma alternativa para evitar os custos de propriedade de um veículo. Além disso, traz diversas vantagens para quem vai viajar, sendo ideal para o transporte da família ou dos amigos. E a locação é um processo simples e seguro, bastando que o locatário tenha certos cuidados e tome algumas precauções para não ter problemas durante sua viagem.

Este post foi útil para você? Ficou ainda alguma dúvida ou quer saber mais sobre o assunto? Então baixe agora mesmo nosso guia descomplicado para o aluguel de carros!

Posts Relacionados

Economize tempo e dinheiro alugando um carro em suas viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *